Páginas

sábado, 12 de novembro de 2016

Santidade - Separados para Deus

Santidade descreve o caráter de Deus e o código para a conduta cristã. As escrituras revelam a santidade de Deus e Expressa o desejo do senhor de que seus filhos desenvolvam uma santidade semelhante  (êxodo 19.6; levíticos 11.44-45; 19.2; 1Pedro 1.15)
A palavra "santidade" tem vários sentidos diferentes. Em termos de relacionamento do indivíduo com Deus o termo significa "ser separado".
Deus é o "ente santo", ou aquele que é totalmente diferente, semelhante a nenhum outro. Santidade também descreve uma maneira de viver.
Os cristãos são chamados a viver de acordo com um conjunto de princípios e padrões diferente daquele praticado pelo mundo ímpio - a viver uma vida pura, segundo o chamado de Deus, seus mandamentos e consequências.
Esta vida de retidão daquele que é "colocado à parte" é de Deus e procede de Deus (1Coríntios 1.2; 3.16-17). Uma vida santa é aquela que sempre escolhe fazer o que o Senhor deseja.
Cristãos obedientes são instruídos a não mais se ajustarem aos seus velhos desejos e padrões de pensamento e comportamento  (1Pedro 1.13-16).
Conformar-se a uma vida de santidade, entretanto, exige mais do que a vontade pessoal de "mudar". Esse trabalho cabe ao Espírito Santo e só é possível por causa da morte de Cristo na cruz. Verdadeira santidade é exemplificada somente em Deus, embora o Espírito Santo conceda a seus filhos o poder de buscar a santidade  (1Ts 4.7-8).
A boa nova é que a medida que buscamos ser santos e convidamos o Espírito Santo para trabalhar em nós, o Senhor responde purificando-nos, dirigindo-nos para seus caminhos retos e santos e fortalecendo-nos para enfrentar a tentação de retomar a nossa antiga vida pecaminosa. Não podemos nos tornar santos, mas se desejarmos ser santos e dispusermos nossa vontade no sentido de seguir a Deus, ele nos transformará.
O Senhor nunca ordena que façamos algo para o qual não nos capacite (Romanos 4.21).

(Texto retirado da Bíblia de estudos da mulher)

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Seguir Jesus

"Seguir Jesus" é a definição de "comprometimento". 
Comprometimento exige uma escolha. Jesus não perdeu tempo para chegar ao coração do comprometimento: os discípulos estariam comprometidos com ele e negariam os seus próprios desejos ou eles estariam determinados em seguir seus próprios caminhos e negariam a Jesus (Mt 10.32-37). 
A escolha de comprometer-se é a mesma para todos os crentes _ ou negamos a nós mesmos ou negamos a Jesus. Seguimos o caminho de Cristo ou perseguimos o nosso próprio caminho.

Falar sobre Cristo não teria sentido sem o andar com Ele. Os discípulos deveriam pregar as suas cruzes. Carregar a cruz era uma declaração pública da autoridade de Roma. Jesus os desafiou a voluntariamente se colocar sob a autoridade de Deus, fazendo a vontade de Deus à maneira de Deus. Comprometimento exige ação; Ele não pode ser separado da responsabilidade. O comprometimento estende-se além do nosso relacionamento com o Pai celeste para outras áreas da vida. 

O comprometimento definitivamente define escolhas porque é exclusivo. Por exemplo, num comprometimento matrimonial, o plano de Deus é que uma mulher e um homem se comprometam um com o outro exclusiva e permanentemente (Mt19.5-6).
Jesus demonstrou no jardim do Getsêmani que  a vontade do Pai sempre tem precedência sobre a sua. No dia seguinte, ele apanhou sua cruz, demonstrando que iria fazer a vontade do Pai, da maneira do Pai.
Comprometimento constrói fé e desenvolve caráter. É uma disciplina espiritual (Pv 16.3). É um projeto de uma vida toda que requer tempo, trabalho e determinação (Mt 16.24).

sábado, 30 de julho de 2016

Arquitetura e Urbanismo: materiais

Oi pessoal, no post de hoje eu vim conversar com vocês sobre faculdade, esse ano eu iniciei o curso de Arquitetura e Urbanismo e agora em Agosto eu já vou iniciar o segundo período :o passou tão rápido... 
É totalmente diferente da escola e eu to amando demais esse curso, é maravilhoso, claro que tem aulas chatas sim, mas em geral é ótimo, eu ainda quero fazer um post contando mais sobre o curso, sobre as matérias que eu vi no primeiro período e dando algumas dicas (se vocês quiserem me fala aqui nos comentários que eu providencio mais rápido). Dentre as várias mudança temos a chegada de materiais bem diferentes da maioria dos cursos, que eu não estava acostumada que passaram a fazer parte da minha rotina, pensando nisso eu resolvi mostrar pra vocês os meus materiais e dar uma luz pra quem ta pensamos em cursar arquitetura.

Lembrando que esses materiais podem variar em cada facul dependendo da grade do curso, tem faculdade que talvez você não precise comprar tudo logo de cara porque vai depender das matérias do primeiro período, no meu caso, no primeiro período a gente teve: Desenho Técnico, Desenho e Meios de Representação e Expressão, Geometria Descritiva, Cálculo I, História da Arte e Introdução a Arquitetura e Urbanismo, se no primeiro período da sua facul não tiver desenho, por exemplo, você não vai precisar de um monte de materiais. Eu não aconselho você a comprar antes, porque eles costumam indicar o que querem, tipo marca e tal, então espera a lista de materiais da sua facul, mas já pode ir pesquisando pra se familiarizar, e guardando a graninha porque não é barato não, principalmente se pedirem tudo de uma vez como foi pra minha turma. Pode acontecer também de pedirem coisas a mais ou a menos ou diferentes, eu acho que esses são os mais básicos que não dá pra ficar sem nesse curso.
Régua T ou régua paralela, essa é móvel mas tem a opção fixa, eu preferi essa porque com ela dá pra fazer ângulos que com a fixa não dá, mas em compensação é muito chato ficar regulando ela.
Uma coisa que eu certamente não estava acostumada é com essas folhas grandes, em tamanho A3, um bloco é com folhas de papel manteiga e o outro é de folha normal só com uma gramatura maior, eu perdi a capa desse outro mas acho que era de 180g.
Aqui da pra ver as texturas das folhas, o papel manteiga é bem fininha e transparente.
Pastinha A3 pra carregar a papelada ♥
Esquadros, facilitam muito a nossa vida ♥
Gabarito, tem de todos os tipos, esse é o de sanitários, mas tem de todo tipo de móveis, de telhado, de bola (bolômetro), etc. Não é tão barato mas ajuda muuito.
Eu gosto de carregar essas réguas e esquadros nessa pastinha pra não ficar solto na pasta grande ou na bolsa.
Escalímetro triangular, todo mundo comprou igual então eu marquei o meu na lateral pintando de dourado.
Lápis grafite de diferentes tipos pra desenho mesmo.
Caderno sem pauta, ou de desenho, foi o professor de GD que pediu, não estava na lista e era opcional mas foi muito útil, e um caderno normal para cálculo e anotações das outras matérias.
Caneta nanquim descartável, muito boa pra usar em desenhos com aquarela pois ela não "borra" na água.
Fita Crepe a gente usa muuuito pra colar a folha na prancheta e outras coisinhas, já o compasso tava na lista e pediram um da Trident que era bem caro, mais de 100,00 e não dá né gente, acho que ninguém da minha turma comprou o que pediram, até porque a gente perguntou os alunos dos outros períodos se eles usaram e eles disseram que não, eu comprei um baratinho e a gente quase não usou, quem não tinha conseguiu fazer a mão livre.
Lápis de cor aquarelável, canetinha hidrocor, giz de cera, para desenho "livre" esses eram os que estava na lista mas isso vai depender de o que você gosta de usar nos seus desenhos, se é giz pastel, aquarela, tinta, etc.  

*Faltou uma coisinha que eu esqueci de fotografar que foi o Lápis Borracha, tem aquela borracha fininha também que é tipo uma Lapiseira Borracha?! Não sei o nome, mas enfim, a gente usa muito pra apagar detalhes e a borracha mancha então eu preferi o lápis que comigo não manchou, algumas pessoas falaram que mancha mas comigo foi melhor que a borrachinha, esse lápis tem validade por ele ser de borracha, vale conferir, e esse é um item que não tava na lista.

E é isso pessoal, esses são alguns dos meus materiais do 1° período do curso de Arquitetura e Urbanismo 2016, é muita coisa e tudo isso não fica barato mas a gente usa durante todo o curso, espero que tenham gostado, qualquer dúvida me pergunte nos comentários, um grande beijo e fiquem com Deus!

“Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem desviou de mim a sua misericórdia.“ Salmos 66:20-20

terça-feira, 26 de julho de 2016

YouTube: canais que eu acompanho

No post de hoje eu vim indicar pra vocês mais canais cristãos que eu acompanho no YouTube eu ja fiz dois posts indicando canais, para ver clique AQUI e AQUI, e eu percebi que vocês gostam muito desse tipo de post então bora lá conhecer canais novos?!

"Fomos criados para ser Cópias de Jesus e nada vai nos impedir de viver esta missão."

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Ensinamos o que é bíblico! De forma simples, didática e acessível a todos!  Assista aos vídeos com atenção, utilize as legendas se precisar e LEIA os versículos indicados durante os vídeos. Versículos disponíveis em nosso site http://www.vainabiblia.com”

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Designer, casado, pai uma vez e meia, quase trinta, apaixonado por música, cinema e metido a vlogueiro. Editor do StudioVivo, vivo em constante conflito entre o que sou, o que quero ser e a conformação à imagem de Cristo.”

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
E é isso galerinha, espero que vocês tenham gostado do post, esse canais são muito legais mexxmo, os que tinha descrição eu coloquei embaixo, mas mesmo sem descrição vale a pena conhecer todos, ok? hahahaha Eu acompanho e aprendo muito com eles, mil beijinhos e fiquem com Deus ♥

 “De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.“ Tiago 3:10-10

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Projeto 12 Cores: Cinza

E aí galerinha, beleza? Tudo na paz? 
Depois de um tempinho longe daqui eu volteeeei, tava apertado na facul e as primeiras semanas de férias eu tirei pra organizar a bagunça que tava aqui (tanto fisicamente quanto mentalmente), e agora eu voltei com um post que ta um pouquinho -muito- atrasado, que é o look do Projeto 12 cores do mês passado, pois é gente infelizmente não deu pra postar, mas vejam pelo lado bom esse mês teremos dois looks hahaha.
No mês de Junho a cor foi o cinza, e para o look eu escolhi como peça principal esse lenço liiindo cinza claro, com uma camisa que também é cinza mas num tom diferente, um pouco mais escuro, ela também tem uma textura diferente e eu amei a combinação, na parte de baixo eu coloquei uma calça azul marinho e um coturno de couro.
E aí o que acharam do look? Me conta aqui nos comentários, e não deixe de conferir os looks das outras participantes do projeto, um beijo e fiquem com Deus!


Ana Karla - www.byanak.com.br


“E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos. “ 1 João 5:15-15

terça-feira, 17 de maio de 2016

Codependência - A Busca para suprir necessidades

“Codependência é um termo da área de saúde usado para se referir a pessoas fortemente ligadas emocionalmente a uma pessoa com séria dependência física e/ou psicológica de uma substância (como álcool ou drogas ilícitas) ou com um comportamento problemático e destrutivo (como jogo patológico ou um transtorno de personalidade). É um fato conhecido que a dependência patológica causa grande impacto e sofrimento na vida das pessoas próximas, mas poucos percebem como a codependência é altamente prejudicial para ambas partes envolvidas. Ao invés de ajudar o dependente a melhorar, certos tipos de codependentes acabam reforçando o comportamento patológico.
O codependente acredita que sua felicidade depende da pessoa que tenta ajudar, e assim se torna dependente dele emocionalmente, sendo excessivamente permissivo, tolerante e compreensivo com os abusos do outro, mesmo que este seja excessivamente controlador, perfeccionista e autoritário. É comum que o codependente coloque as necessidades do outro, acima de suas próprias. “

O termo codependência com suas mais diversas definições, foi criado dentro do contexto do tratamento do alcoolismo. No entanto, o seu significado evoluiu para uma compulsão em salvar ou controlar outras pessoas através da solução de seus problemas. Em geral, a codependência tem sua origem nas necessidades não satisfeitas ou bloqueadas, determinadas por Deus, tais como amor, aceitação e segurança nos relacionamentos essenciais com os pais, cônjuge ou filhos.

A codependência ocorre com muita frequência em relacionamentos com uma pessoa problemática, resultando na negação da gravidade dos problemas no relacionamento, num elevado senso de responsabilidade e num âmbito de controlar ou de ser controlado. E isso quase sempre produz um aguçado sentimento de culpa ou vergonha, dor, raiva e solidão em uma complexa e desesperada busca de evitar o abandono. É comum vermos hoje em dia pessoas presas a relacionamentos abusivos, destrutivos, que não conseguem terminar por causa da codependencia que a pessoa desenvolveu pelo seu companheiro (a). No caso de relacionamentos, a pessoa codependente acha que seu próximo não consegue viver sem a ajuda dela e passa a tentar suprir todas as necessidades do companheiro gerando assim uma codependencia, aceitando até abusos e desrespeito, isso pode acontecer não somente em relacionamentos entre cônjuges, mas entre pais e filhos, familiares e até amigos. 

Em ultima análise, essa necessidade de aceitação somente pode ser suprida por Deus, que com seu amor incondicional prepara o codependênte para seguir em direção a cura total.
A cura da codependência requer confissão a Deus de que algo ou alguém foi colocado no lugar de Deus e, então, é preciso receber o seu perdão e a sua graça (1Jo 1.9-10), estabelecer laços afetivos e apropriados e adquirir novas maneiras de se comunicar e se relacionar. O aconselhamento pode ser apropriado e eficaz para se conseguir a cura completa (Pv 11.14).


Um grande beijo, que Deus os abençoe! 

domingo, 15 de maio de 2016

Projeto 12 cores: Branco

Oláa florzinhas, hoje é dia de Projeto 12 cores e a cor desse mês é o branco. A peça chave do look é essa saia longa branca que eu to apaixonada, eu to amando peças longas, saia e vestido, e como o que tinha que chamar a atenção era o branco eu optei por colocar uma peça menos chamativa na parte de cima que é esse casaquinho de veludo que lembra um blazer e tem essa pegada militar que eu amo, e por baixo uma blusinha preta lisa, também ficaria lindo com uma blusa estampada ou de uma cor mais vibrante, mas como a cor é o branco eu preferi deixar o foco na saia. 
E aí, o que acharam? Confiram também os looks das outras participantes do projeto, um grande beijo e fiquem com Deus.

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...